Loading...

Principal encontro global de negócios e governos em mobilidade inteligente, infraestrutura, gestão de tráfego, segurança rodoviária e estacionamento.

Entre os dias 16 e 19 de abril, os cofundadores da Liquid, Derli Riffel e Rafael Monteiro marcaram presença na Intertraffic Amsterdã – a maior feira voltada à mobilidade inteligente do mundo. E afirmar que seja “a maior” não se trata de exagero, essa foi a edição mais grandiosa dos 46 anos de existência. Ao todo, foram 13 pavilhões (área total de 12 campos de futebol), 900 empresas expositoras, mais de 100 países participantes e milhares de visitantes.

A Intertraffic é a principal plataforma para quem trabalha com desenvolvimentos nas áreas de infraestrutura, segurança, estacionamento, mobilidade inteligente e gestão de tráfego. Além disso, é conhecida por identificar tendências, lançar novas soluções e dar ao mundo a primeira visão de inovações tecnológicas. Derli aponta a inteligência artificial como a principal aposta da feira. “Vimos muitas soluções com IA para controle de fluxo de veículos e pessoas. Além disso, nos chamou atenção o uso de drones, principalmente para entregas”.

Intertraffic Amsterdã - Liquid

Juntamente com a Inteligência artificial, o foco desse ano também englobava a resiliência climática. Tema que está totalmente interligado com a mobilidade urbana (visite o post A mobilidade urbana está preparada para as mudanças climáticas?). Dessa forma, foram promovidos painéis de discussão, demonstração de soluções e workshops.

Ao mesmo tempo que discute o futuro do setor, a Intertraffic apresenta os mais recentes equipamentos rodoviários. Nesse sentido, muitas soluções interoperáveis e dispositivos IoT para melhorar o fluxo do tráfego, segurança viária, serviços de informação para o motorista, sistemas de cobrança de pedágio, novos sistemas de fiscalização e detecção de câmeras, sensoriamento de IA para cruzamentos, entre outros. “Este ano, presenciamos a implementação concreta de análises de dados complexos em tempo real, impulsionada por tecnologias de ponta como câmeras inteligentes, sensores Lidar e uma gama de dispositivos IoT. Esses avanços estão ocorrendo no âmago dos sistemas, capacitando-nos a compreender e moldar o futuro da mobilidade urbana de maneira mais eficaz e em tempo real. É crucial integrar essas análises com ações automatizadas para garantir uma mobilidade fluida e acessível para todos”, ressalta Rafael.

Foram quatro dias de imersão e troca com player de renome do mercado, startups e fornecedores. Tanto Derli, quanto Rafael ressaltam a importância da participação da Liquid. “Participar da Intertraffic é crucial para manter-se atualizado com as tendências globais da mobilidade urbana e estar preparado para os desafios iminentes”, afirma Monteiro.